Capa da The Economist de novo

Adiantamo-nos no post anterior. Agora o pessoal da The Economist focou no “gigante”.

Capas_da_The_Economist

As capas e os títulos dão um norte. À princípio, a gringalhada tem que perceber que o ritmo aqui no terceiro mundo é diferente. A capa com o Redentor decolando saiu quando o PIB brasileiro teve um alto crescimento logo depois da crise do subprime (quando o mundo ia mal). Como a velocidade de recuperação nos países desenvolvidos é maior, é aceitável que os mesmos sintam logo o efeito das crises geradas por eles. Agora nosso PIB está baixo e a The Economist pergunta se estragamos tudo. Pode ser. Como também pode ser que os gringos fodões tenham errado nas suas previsões.

A The Economist bate bastante no governo brasileiro. Cita nossa alta carga tributária de “36% PIB”, a proliferação de partidos por aqui, “cujo único interesse é carne de porco e de clientelismo, constrói em enorme desperdício em todos os níveis de governo”, o que resulta nos “39 ministries” e inibe o investimento privado. Está certo. O governo brasileiro é “gigante” demais. Pra onde você olha, há governo. E o Estado por essas bandas é, infelizmente, sinônimo de ineficiência. Pra tirar o 10 só faltou a The Economist reconhecer que tal análise faltou na capa de 2009. Mas isso não é problema nosso.

A Revista termina com tom otimista dizendo que Dilma tem tempo para a reeleição e deverá ter habilidade política para mudar o cenário, pois o brasileiro teria poucas razões para votar na atual presidente. Gringo retardatário. Os bons recentes dados brasileiros de desemprego (baixo), renda (alto) e inflação (alta porém controlada) elevaram Dilma nas pesquisas eleitorais para 2014. Sua popularidade já estava recuperada depois da breve queda com as manifestações de junho/julho.

Há um certo descompasso? Acreditamos que que existe uma diferença (um atraso) na percepção de cada ator nesse processo. Ou o ritmo lá também é lento…

Os gringo pira

Os gringo pira

2 comments so far

  1. Bender on

    Dilma rebateu

    “Eles estão desinformados. O dólar estabilizou, a inflação está sob controle e somos o único grande país com pleno emprego. Somos a 3ª economia que + cresceu no mundo no 2º trimestre. Quem aposta contra o Brasil, sempre perde”

    http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/09/dilma-reativa-o-twitter-e-interage-com-conta-do-dilma-bolada.html


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: