Férias e falhas

A Legislação trabalhista permite a venda de até 10 dos 30 dias de “descanso”. Tais leis deveriam estender o periodo para que o trabalhador pudesse ter o direito de vender todos seus 30 dias. Não tirar férias deveria ser uma opção. A lei poderia privilegiar as negociações e acordos entre patrão capitalista e empregado. Faz parte da democracia.

Nas férias temos: i) dias onde se cansa mais que descansa; ii) período onde o fluxo de caixa é negativo; iii) fuga do habitat costumeiro; iv) convivência com o desconhecido; v) diversos riscos corridos.

Não gozar de férias e ficar trabalhando sai mais barato. São muitos gastos extraordinários. Aproveite a idade ATIVA para não ficar 1 mês inteiro sem produzir. Essa é a hora da acumulação. Descanse na aposentadoria.

Ao entrar numa de gozar férias, você, certamente, se aporrinhará com engarrafamentos monstros, estradas mal cuidadas, confusões nos aeroportos e enfrentará aqueles que não estão de férias, em casa ou como forasteiro. Vai sentir saudade da paz e tranquilidade do escritório. Férias é tão ruim que, na volta da viagem, até o reencontro com sua privada é emocionante.

Alguns executivos ficam com o pé atrás ao tirar férias pelo receio de perderem momentos de crescimento da firma, de importantes tomadas de decisões, ou até de perder posições na hierarquia da Companhia. A falha apontada da Legislação torna-se grotesca.

Férias são boas na infância. Na idade adulta é coisa de pobre.

3 comments so far

  1. Victor on

    Garanto que muita gente iria curtir tirar 2 dias livres por mês.

  2. andrelvbona on

    Muito bom esse artigo! Gostei!!! huahsuahsuashau…

    Existem alguns executivos (me disse uma pessoa, não sei se é verdade) que tiram 1 semana a cada 3 meses.

    Penso que 1 semana não é suficiente para relaxar e fugir da adrenalina. Talvez valha a pena tal iniciativa. Sei lá.

    Nunca tirei 30 dias. Nem sei de que se trata. Nem férias. O máximo que faço é juntar Natal com Reveilon. E, eventualmente, esticar um feriadinho. Mas tais possibilidades se arruinaram com a natureza da atividade profissional de minha consorte.

  3. Bender on

    Ja vi executivos tirarem 3 periodos de 10 dias ao longo do ano. Ja alivia. Mas isso depende da concordância entre empregador e empregado. Ambos burlam a lei para tal.
    O bacana seria tirar as férias como quiser, 2 dias por mês de fevereiro a novembro, 5 dias em dezembro e 5 dias em janeiro. E se não quiser tirar nada, venda-as.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: