Caos – exemplo da Honda

Efeitos

A Teoria do Caos reflete uma combinação de fatores. Quando citada numa aula de Estatística geralmente é para utilização de exemplos poucos prováveis ou muito complexos de serem correlacionados.

Fato é que o fortíssimo terremoto ocorrido na costa japonesa provocou as tsunamis que arrasaram algumas cidades costeiras nipônicas. Usinas nucleares foram atingidas, a economia local abalada, a produção industrial parou e o PIB despencou. Nessa produção estão incluídas as peças da Honda. A fábrica da montadora japonesa em Sumaré (SP) não recebeu tais peças e com a falta dessas teve que tomar medidas.

O bater de asas de uma borboleta em Tóquio pode provocar um furacão em Nova Iorque não parece ser muito diferente do operário de SP que perdeu o emprego devido ao terremoto em águas japonesas.

O que acontece no mercado financeiro eletrônico (já deixou de ser “virtual” faz tempo) também acontece na vida cotidiana do cidadão. A diferença é o tempo entre segundos e dias.

A Economia Real é ainda mais cruel. O operário sem salário não poderá honrar compromissos, o “calote” faz o risco aumentar, assim, os juros aumentam, o que inibe o empréstimo, o crédito cerceará… e por aí vai. O mundo é integrado para ambos os lados.

Galera do "hedge natural" na tranquilidade

Anúncios

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: