Ricos, médios, pobres

O papo é sério.

Fortes chuvas arrasaram várias cidades da Austrália – área equivalente aos territórios da Alemanha e França. O estrago foi tanto que várias plantações foram devastadas, minas foram paralisadas, assim como várias outras atividades. Estima-se que as tempestades na terra dos coalas vai afetar o PIB australiano em 0,5%. Prejuízo gigantesco. 19 é a quantidade de vítimas fatais por lá.

Nessa semana, a medição indicou que choveu menos na região serrana do RJ do que no maior país da Oceania. Porém, o número de vítimas  aumenta a cada vez que se atualiza a quantidade de mortos. No total já está pra lá dos 400.

Há 1 ano, terremoto devastou o Haiti – pequeno e pobre país da América Central – matando mais de 200 mil pessoas. O cenário de lá não mudou depois de mais de 360 dias.

É a diferença do chamado “1º mundo” para os países em desenvolvimento e para os miseráveis.

Existem lugares onde são feitos os investimentos nas áreas mais necessárias. Os australianos tinham a informação e colocaram em prática. Por aqui, há os recursos, mas falta seriedade na implantação. Nos miseráveis, nada. A diferença é cruel.

No caso da recente tragédia na região serrana do RJ, aparecem nos jornais especialistas explicando que a geografia da região não facilita os trabalhos e é propícia aos desabamentos. A cidade de São Paulo tem uma geografia diferente e alaga desde sempre. Enchentes acontecem no Sul, Sudeste e em outras regiões com frequência. Todas com geografia distintas.

Ainda vou descobrir se estamos mais para Austrália ou Haiti.

—————–

Como ajudar: AQUI

1 comment so far

  1. rkbender on

    Como ajudar sem sair de casa

    01


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: