Fraqueza americana… e brasileira

Obama pegou uma senhora rabuda. Entrou no governo para enfrentar a maior crise dos EUA desde a grande depressão dos anos 1930. Por não ser mágico, Barack perdeu popularidade e, consequentemente, a maioria na Câmara.

A América do Norte vai se recuperando da crise num ritmo extremamente lento, praticamente parada. Em crise, em crescimento e, até mesmo estagnada, a economia americana abala o mundo.

Alguém ainda não viu esse filme?

Quando a situação chega nesse ponto, a medida que governos geralmente adotam é baixar a taxa de juros para incentivar o crédito, fazer a rapaziada se endividar e consumir, diminuindo os estoques acumulados e, dessa forma, surgir demanda para a produção. A roda volta a girar. Porém, os juros por lá estão em torno de zero já há algum tempo.

Sem ter como reduzir os juros, o FED (Banco Central dos gringos) anunciou que irá adotar outra medida, (re)comprar seus títulos do mercado. US$ 600 bilhões injetados no mercado é coisa pra dedéu. Em tese, o efeito seria semelhante ao exemplo anterior, ou seja, mais grana pra tentar fazer a economia pegar no tranco. Na prática, os investidores (americanos que possuem esses 600 mengueles em Treasuries) irão buscar maiores retornos para sua grana. Onde? Onde tem-se grandes taxas de juros. Brasil-sil-sil.

Com a enxurrada de dólares entrando no país, o câmbio deve permanecer em patamar baixo (ou até cair mais), encarecendo o produto brasileiro e ferrando os exportadores. Esses vão reclamar do mercado enquanto o governo, definidor da taxa de juros (SELIC), será isento. “O problema está sempre nos outros”.

1 comment so far


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: