Pequenas Igrejas, grandes negócios

Gerente de Relacionamento

Aquecido pela busca da salvação convicção religiosa, esse é um mercado que cresce a cada dia. Onde havia um cinema, hoje há uma igreja.

Abrir um bar, uma agência, um escritório de advocacia ou uma construtura é deveras complicado. Além de todas as exigências específicas de cada setor e do tino necessário inerente ao negócio, há uma pesada burocracia para entrar no mercado. Não acontece com igrejas.

Pré-requisitos não são necessários. O Dogma é seu. Basta um endereço (pode ser a garagem da sua casa) e um CNPJ. Pronto. Já está habilitado a abrir conta bancária e realizar qualquer aplicação financeira sem ter que recolher IR ou IOF. Colocando seu carro também em nome da igreja, estarás isendo do IPVA. Impostos como IPTU, ITR (imóvel rural), ISS, entre outros, também não recolherás.

A receita das igrejas, doações, não são tributadas. É justo. Mas o mínimo que se pode conceituar é que igreja é uma forma de associação que presta um tipo de serviço.

Nossa Constituição diz que “Somos todos iguais perante a Lei”, mas perante ao Fisco, parece que não.

1 comment so far


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: