Burger King no Brasil e a moral da formiga para…

Vai um sanduíche?

Outro dia no Norte Shopping avistei uma lanchonete com uma fila colossal. Era o Burger King. Na hora lembrei do excelente comercial na TV no qual as pessoas contavam como tinha sido sua primeira vez. Não foi dessa vez, a primeira que comi um whopper, devido à grande afluência de interessados.

A 2ª maior rede de fast food do mundo chegou no Brasil no final de 2004, amigo. Depois de se instalar em outras praças do país a gigante americana inaugurou sua primeira loja no Rio em meados de 2008. Me chamou a atenção tal estratégia. Uma reconhecida no terreno antes de entrar no Rio.

Com pesado investimento e sempre com algumas polêmicas propagandas (como é hábito) a rede chegou chegando. Já são 4 lojas no RJ, todas em shoppings e próximas ao McDonald’s. Dado que o mercado não cresce nessa velocidade, alguém vai  sofrer (perder share), e dificilmente será o líder mundial. Nessa entra o estimável Bob’s.

Rio - década de 60, 70...

O carioca nascido em Copacabana é um grande sucesso no ramo e está espalhado por todo o país, mas tem seu pouso no Rio de Janeiro. Talvez por isso o Burger King tenha retardado sua entrada por aqui.

Há ainda outras  que provavelmente vão sofrer antes,  como Habib’s ou Giraffas.

A estratégia do Burger King pode parecer ser atacar diretamente o McDonald’s, não creio. Serve de alerta para os demais integrantes desse mercado, a moral da história: O mal da formiga é achar que Baygon mata só barata.

4 comments so far

  1. Victor on

    O que eu mais curto no Bob’s é a matemática

    • rkbender on

      Hehe… já comentei com vc sobre isso no “mundo real”. Pena que acabaram com essa “promoção”.

  2. […] da chegada da 2ª maior rede americana de fast food no Brasil. Mas podemos também perceber que o descuido de empresas já aqui instaladas há tempos, pode […]

  3. rkbender on

    Set/2010
    McDonald’s líder do mercado brasileiro (30%) está há 31 anos no país. Burger King está há 6 anos e não chegou ainda aos 4% do mercado. Fazendo conta de padaria o Burger King está perdendo nessa “taxa de crescimento”.
    Para o especialista em franquias, houve erros na estratégia da Burger King. A boa notícia é o potencial de crescimento com os acertos que virão.

    Out/2010
    Potencial esse, percebido pelos magnatas brasileiros da Ambev (que salada)


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: